"Já que o mundo se encaminha para um delirante estado de coisas, devemos nos encaminhar para um ponto de vista delirante. Mais vale perecer pelos extremos do que pelas extremidades" Jean Baudrillard

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

O mar da Sociologia Brasileira nunca está para peixe...






2 comentários:

Bruno Durães disse...

joga reflexões no site, dessa forma, pode ser que apareçam outras almas e debatam alguma coisa.
Objetivem o indizível...

Giovanni Gouveia disse...

"Na sociedade comunista, porém, onde cada indivíduo pode aperfeiçoar-se no
campo que lhe aprouver, não tendo por isso uma esfera de atividade
exclusiva, é a sociedade que regula a produção geral e me possibilita fazer
hoje uma coisa, amanhã outra, caçar da manhã, pescar à tarde, pastorear à
noite, fazer crítica depois da refeição, e tudo isto a meu bel-prazer, sem por
isso me tornar exclusivamente caçador, pescador ou crítico." (Marx. Ideologia Alemã)

Talvez aí tenhamos um mar piscoso ;)


Complexidade de um mundo carente de inteligibilidade sobre suas próprias questões...