"Já que o mundo se encaminha para um delirante estado de coisas, devemos nos encaminhar para um ponto de vista delirante. Mais vale perecer pelos extremos do que pelas extremidades" Jean Baudrillard

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Já pensaram um Jerônimo no poder?

O Partido diz: ele é proletário e não sabe!
O Movimento Negro diz: ele é negro e não sabe!
O Movimento Gay diz: ele é enrustido e não sabe!
O Movimento Feminista diz: ela é oprimida e não sabe!
E o dono do bar logo se adiantou na explicação:
E o Povo?
Quem que é que pode dizer o que ele sabe e o que ele não sabe?
Quem deu poder aos que querem dar poder?
Essa gente aí vem de onde mesmo?
E o bêbado aproveitou e pediu para-si mais uma cerveja gelada em-si.

Nenhum comentário:


Complexidade de um mundo carente de inteligibilidade sobre suas próprias questões...