"Já que o mundo se encaminha para um delirante estado de coisas, devemos nos encaminhar para um ponto de vista delirante. Mais vale perecer pelos extremos do que pelas extremidades" Jean Baudrillard

quinta-feira, 29 de julho de 2010

No CBS não veneramos Deuses...

Al volver de su servicio militar, Pierre Bourdieu, ya había trabajado sobre el terreno. Por aquel entonces ya prometía todo lo que ha conseguido: ser uno de los grandes de su generación; no dejaba adivinar en lo que se ha convertido, un jefe de secta seguro de sí mismo y dominante, experto en intrigas universitarias, despiadado con los que podían hacerle sombra. Humanamente esperaba otra cosa de él.
ARON, Raymond, Memorias


Ao retornar do serviço militar, Pierre Bourdieu, já tinha trabalhado no campo. Por isso, já prometia tudo o que ele conseguiu: ser um dos maiores de sua geração; não deixou adivinhar no que se tornou, chefe de uma seita confiante e dominante, um especialista em intrigas acadêmicas, implacável com aqueles que poderia ofuscar ele. Humanamente eu esperava outra coisa dele. 
ARON, Raymond, Memórias 

Nenhum comentário:


Complexidade de um mundo carente de inteligibilidade sobre suas próprias questões...